Buscas

Pesquisa personalizada

sábado, 5 de março de 2011

DITIRAMBOS: A DANÇA DA GRÉCIA ANTIGA.

Forma de lírica coral popularizada na Grécia arcaica, de inspiração dionisíaca, e própria de ocasiões festivas.
O ditirambo precede as comédias e as tragédias gregas. Poetas como Píndaro tornaram-se especialistas neste tipo de lírica. O mais antigo local de espectáculos de Atenas, o teatro de Dionysos Eleuthereus, situado na Acrópole, foi durante muito tempo o local onde se dançava e cantava os ditirambos (que era, aliás, um dos cognomes de Diónisos). Inicialmente, atribui-se a Árion o termo ditirambo para o canto dionisíaco, versificado e entoado por sátiros. O tirano Pisístrato (560-527 a.C.) elevou a devoção a Diónisos a culto oficial de Atenas, adoptando as inovações de Árion e convidando Téspis, originário da ilha de Lesbos, para organizar as festas das Dionisíacas Urbanas. Por volta de 530, celebra-se pela primeira vez esse festival, sendo Téspis o seu principal animador, fazendo representar um poema que consistia num diálogo entre um ator (hypocrites, "aquele que responde") e um coro, evocando uma lenda, como é habitual no texto do ditirambo. Téspis introduz ainda o costume de mascarar os atores e é este o aspecto que ainda aproxima o teatro antigo com os rituais dionisíacos. Alguns poetas modernos tentaram imitar o ditirambo antigo, por exemplo o poema Alexander’s Feast (1697), de Dryden, segue o padrão grego.

sexta-feira, 4 de março de 2011

VIDEO HOMENAGEM

Com o vídeo abaixo, sugestão de meu amigo Jayro, quero homenagear a todos aqueles deficientes com os quais trabalhei durante mais de trinta anos. Com eles aprendi que a vida vale a pena mesmo quando nos falta parte da nossa composição física ou mental. Só não conseguimos viver bem se estivermos desvinculados da
conexão com o nosso EU Superior.

terça-feira, 1 de março de 2011

ARTE: A MORTE DO CISNE.

OBRA DE ARTE

OBRA DE ARTE
Amores na bela Capital Catarinense.

CINEMA: UM GRANDE PRAZER.

Loading...