Buscas

Pesquisa personalizada

sábado, 17 de outubro de 2009

POEMA.

FALO
Charles Fonseca

É com ele que me acho
Sem ele desapareço
Profundezas que mereço
Projeções com ele encaixo

Mas só no imaginário
Não ouso jamais dize-lo
A natureza por zelo
Clama a mim tão perdulário

Em não dizer com o falo
Em não falar tanto o medo
Por dizendo não mais tê-lo
E se o tendo mudo calo.

Fonte: www.charlesfonseca.blogspot.com
Postar um comentário

OBRA DE ARTE

OBRA DE ARTE
Amores na bela Capital Catarinense.

CINEMA: UM GRANDE PRAZER.

Loading...