Buscas

Pesquisa personalizada

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

História da Arte: Arte Renscentista.


A Virgem do Rochedo
Suely Monteiro

                 Contextualizando, sumariamente, a arte renascentista, surge no ambiente remanescente da abertura dos portos, dos avanços científicos da astronomia e da medicina, que passou a construir castelos e a contratar pintores para fazer retratos e quadros ornamentais para seus ambientes. 
                  Notável que a  revalorização da cultura Greco-romana traz junto o preconceito que existia contra os artistas que, na Grécia, eram considerados de categoria inferior, por trabalhar com as mãos. Todavia, segundo Gombrich, em  A História da Arte (2009), que mais uma vez é o amor à fama, por parte dos mecenas, que ajudará os artistas e vencerem este preconceito.
                 De que forma isto acontece?
                 Algumas cortes precisavam de prestigio e começaram a contratar os artistas que passaram, então, a ter outra opção de trabalho fora da Igreja, a ser reconhecidos e valorizados profissionalmente, pois podiam expandir sua criatividade não se restringindo somente a pinturas sacras. 
                 A arte renascentista tem seu diferencial na  revalorização da cultura Greco-romana, conforme mencionado acima,  e, também, na valorização do homem, de sua inteligência, dos dons artísticos e na valorização da natureza.
A Virgem do Rochedo - Leonardo da Vinci
                A Itália foi o seu berço e ofereceu ao mundo grandes artistas, mas nos fixaremos em Leonardo da Vinci que, junto com Rafael e Michelangelo, é um grande representante da arte da renascença. Fayga Ostrower (2003), falando sobre a Madona dos Rochedos, diz que "Da Vinci usa movimentos ritmos em linhas cruzadas como se fossem melodias com variações".
               Outra característica, segundo ela, dessa obra de Da Vinci "é a justa medida do conjunto e da composição". A luz não incide sobre as figuras. Não as ilumina, mas fornece a impressão de que ela irrompe das mesmas. O volume, também é outra inovação do mestre renascentista. No quadro Da Vinci pinta a Madona com gestos singelos, abençoando o anjo e este cobre e protege o Menino Deus, enquanto aponta para São João Batista. É nos dedos e nos cabelos da Virgem e dos santos que os movimentos falados por Ostrower se faz mais claros. Os tons claros e escuros fornecem um ar misterioso à caverna ornamenta com flores e com rochedos visíveis ao fundo. A obra é delicada, gentil e humanamente santa.


Postar um comentário

OBRA DE ARTE

OBRA DE ARTE
Amores na bela Capital Catarinense.

CINEMA: UM GRANDE PRAZER.

Loading...