Buscas

Pesquisa personalizada

sexta-feira, 23 de julho de 2010

II- Obras de Platão.

Escreveu Platão em forma de diálogo, o que lhe possibilitou ouvir as diferentes opiniões e colocá-las em dialética. Aristóteles adotará o mesmo método, todavia na forma de introdução histórica aos temas que discute.
Em Platão o interlocutor Sócrates exprime geralmente a opinião do mesmo Platão.
Note-se também que Platão é o primeiro filósofo do qual se conservam todas as obras, o que evidencia a importância que tiveram na formação do pensamento antigo e imediatamente posterior.
Ocupam-se os livros de Platão de toda a filosofia, mas principalmente da política e da educação. Comparadas entre si, República apresenta uma abordagem mais ideal e utópica; Leis é uma exposição mais amadurecida e realista.
Escreveu Platão aproximadamente 35 diálogos. Alguns são de autoria duvidosa, mas certamente do círculo da Academia, portanto do seu pensamento, na forma como estava em vigência.
Do ponto de vista cronológico os diálogos platônicos se classificam em 4 grupos:

a) São ditos diálogos socráticos de sentido estrito, de caráter eminentemente moral, os seguintes: Apologia (de texto excepcionalmente não dialogado), Criton, Hípias menor, Alcibíades I, Laques, Cârmides, Ion.
b) São diálogos socráticos de sentido amplo, situando-se nos primeiros dias da Academia: Protágoras, Górgias, Eutidemo, Crátilo (grupo dos 4 sofistas), Menon, Menéxenes, Lisis, Banquete, Hipias Maior.
c) Diálogos do período médio, ou de transição, dos anos 380 a 365 a.C.): Republica , Teeteto, Fédon, Parmênides, que dão início aos diálogos mais notáveis de Platão.
d) Diálogos da velhice, de 365 a 348 a.C.: Sofista, Político, Filebo, Timeu, Crítias, Alcibíades, Teages, Clitófon, Minos, Leis, Epínomis. Acrescem-se como deste tempo as Cartas de Platão.
Metade da obra de Platão é ocupada por República (10 livros) e Leis (12 livros).
Muitos dos diálogos levam nomes tomados de filósofos do tempo ou anteriores, e que são postos ficticiamente a dialogar.
Com referência ao Timeu, por se ocupar da formação cosmogônica do mundo, influenciou amplamente a imaginação antiga.
Citam-se os textos de Platão pela edição grega de 1578, de Henry Estienne, com páginas subdivididas em 5 alturas, indicadas pelas letras a,b,c,d,e. Inicia a República na página 357a, seguindo até 621 d.

Fonte: Enciclopédia Simpozio
http://www.cfh.ufsc.br/~simpozio/novo/2216y098.htm#TopOfPage
Postar um comentário

OBRA DE ARTE

OBRA DE ARTE
Amores na bela Capital Catarinense.

CINEMA: UM GRANDE PRAZER.

Loading...