Buscas

Pesquisa personalizada

sábado, 18 de julho de 2015

CURA


Gláucia Lemos.

Quero escrever um verso
que vire ao avesso
a minha alma.
O verso não nasceu
meus olhos entristecem.
Vim morar no silêncio.
Não sei
como se diz o nome
da estrela sem nome.
E, no entanto
eu preciso tanto
curar meu desgosto,
afagar o rosto
que não veio dar
a deixa do meu verso.
GL 2015

Postar um comentário

OBRA DE ARTE

OBRA DE ARTE
Amores na bela Capital Catarinense.

CINEMA: UM GRANDE PRAZER.

Loading...